Conteúdo

CondorNews: resultados acima do consenso aninam os investidores (05/08)

05 de agosto de 2021

Bom dia,

Os números apresentados pelas companhias no 2T21 seguem surpreendendo o mercado e superando o consenso. Um exemplo que podemos citar nesse contexto é a #PETR4, que teve suas ADRs subindo + de 14%.

Segue a nossa seleção de notícias corporativas t.me/condorinsights.


Resultados 2T21



Tegma (TGMA3): Reportou receita líquida de R$237 milhões (+1% t/t). A companhia apresentou ROIC de 23,4% (-2,5% p.p. a/a; +5,6 p.p. t/t). O fluxo de caixa livre no 2T21 foi negativo, apesar da empresa ter apresentado bons resultados operacionais e estabilidade do CAPEX, em função do aumento do ciclo de caixa (39 dias no 1T21 vs. 46 dias no 2T21). A empresa está negociando a 5,6x EV/EBITDA e 10x P/L, segundo estimativas do Sell Side dadas pela companhia.

Lojas Quero-Quero (LJQQ3): Apresentaram no 2T21 um crescimento de 71% na receita líquida, quando comparado com o 2T19. Já o EBITDA Ajustado evoluiu 146%, fechando em R$ 46 milhões, quando comparado aos R$ 18,7 milhões do mesmo trimestre do 2019. Consequentemente, o lucro líquido seguiu o mesmo caminho, com um robusto crescimento de mais de 1000%, contra o 2T19. Por fim, o ROIC finalizou em 28%, 3,6 p.p acima do 2T20 e 8,6 p.p acima do 2T19.

Sinqia (SQIA3): divulgou recorde na receita líquida de R$87,8 milhões (+77,2% a/a), sendo R$29,5 milhões inorgânicos e R$8,7 milhões orgânicos. Os custos somaram R$50,3 milhões (+55,3% a/a), principalmente pela entrada de custos inorgânicos equivalentes a R$13,4 milhões. A margem bruta foi de 42,7% (+8,9 p.p. a/a), por conta de ganhos de eficiência em Software e Sevirços.

BR Properties (BRPR3): divulgou receita líquida de R$78,6 milhões (+4% a/a), mas, 32 mil m² de novas locações já contratadas ainda não foram contabilizadas no 2T21. A margem EBITDA ajustada foi de 70% (+1 p.p. a/a). O valor do aluguel médio por m² das mesmas propriedades do portfólio cresceu 7,0% nos últimos 12 meses. As vacâncias financeiras e físicas foram de, respectivamente, 29,4% e 30,5%. A ABL do portfólio atual cresceu 21% a/a, e a ABBL de imóveis em desenvolvimento e terrenos cresceu 28% a/a.

Banco do Brasil (BBAS3): fechou o trimestre com lucro líquido ajustado de R$ 5 bilhões, crescimento de 2,6% em relação ao 1T21 e atingindo um ROE de 14%. Esse resultado é reflexo do crescimento da carteira de crédito em 6%, destacando os segmentos de varejo e do agronegócio, além do avanço de 5% na linha de serviços, que finalizaram o trimestre com uma receita de R$7,2 bilhões. Por fim, o Índice de Basileia fechou o trimestre em 19,6%.

Braskem (BRKM3): reverteu o prejuízo visto no segundo trimestre do ano passado e lucrou R$ 7.4 bilhões, resultado esse que foi 198% superior ao 1T21. Diferente do lucro, a receita não cresceu tanto, aumentando somente 16%, contra o primeiro trimestre do ano. Os bons resultados são explicados pelos melhores spreads internacionais de PE, PVC e maior número de vendas no exterior.

Petrobras (PETR4): Com constante alta do preço do brent, a Petrobras apresentou um excelente resultado trimestral. A receita da companhia cresceu 28% em relação com o 1T21, resultando em uma melhora de 25% no EBITDA ajustado, que finalizou o trimestre em R$60 bilhões. Com isso, e, aliado a desvalorização cambial no final do trimestre, o lucro líquido totalizou R$ 42 bilhões, muito acima do R$1,4 bilhão do 1T21. Toda essa melhora operacional resultou em uma redução de 10% tri/tri, na dívida bruta e na geração de caixa livre de R$48 bilhões.

Notícias Corporativas


Ser Educacional (SEER3): comunica o closing da aquisição do Centro de Desenvolvimento da Medicina Veterinária (CDMV) e do Hospital Veterinário DOK. O Hospital Veterinário DOK conta com mais de 70 médicos veterinários e possui 26 leitos. O diferencial do CDMV, segundo o comunicado, é o foco na prática veterinária em cursos de pós-graduação e extensão, o que é complementar aos cursos oferecidos pela companhia, que por sua vez, possui cerca de 5.000 alunos em medicina veterinária em 19 de suas unidades.

Participação Acionária

Metalúrgica Riosulense (RSUL4): comunica que a Trígono Capital atingiu participação de 10,03% das ações preferenciais da empresa, com única motivação de investimento.
Sequoia Logística e Transportes (SEQL3): comunica que a Aberdeen do Brasil Gestão de Recursos, atingiu 5,01% do total de ações ordinárias da Companhia.

Dividendos / JCP


Tegma (TGMA3): anuncia distribuição de dividendos intercalares no valor por ação de ~R$0,252 e de JCP no valor de ~R$0,084 por ação.

AES Brasil (AESB3): aprovou o pagamento de dividendos intermediários relativos ao 2T21 no montante de R$24 milhões, equivalente a R$ 0,06 por ação ordinária. O pagamento ocorrerá no dia 22/set e os acionistas que terão direito serão os que estiverem na base acionária no dia 09/ago.

Petrobras (PETR4): o conselho aprovou o adiantamento de dividendos referentes ao exercício de 2021, no valor de R$ 31 bilhões, equivalente a um dividend yield de 9% (em relação ao preço de fechamento de 04/ago).

O pagamento será feito em 2 etapas, a primeira no dia 25/ago, R$ 1,60 por ação, passando a ser negociada ex-dividendos no dia 17/ago. Já o segundo pagamento, R$ 0,81 por ação, ocorrerá somente em dezembro, com data ex 02/dez.

Fonte: t.me/condorinsights
condorinsider.com

O canal t.me/condorinsights é gratuito para investidores realmente raiz. Fiquem à vontade para convidar amigos.


Disclaimer: essa seleção de notícias tem fins informativos e educacionais. Portanto, nenhuma parte dela deve ser interpretada como recomendação de investimento em determinados ativos. Tais recomendações são disponibilizadas exclusivamente aos nossos assinantes.

Comente essa publicação

Dúvidas? Fale conosco