Conteúdo

Os principios do melhor investidor do mundo

03 de agosto de 2021

O tempo passa, mas os princípios ficam!
Os conhecimentos atemporais para ser um investidor de sucesso.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Grande parte dos livros que falam sobre investimentos, principalmente sobre o value investing, foram escritos há muitas décadas. Com o mudar dos tempos, dificilmente é possível colocar em prática todos os seus ensinamentos, porém, mesmo com todas as transformações que foram geradas durante todos esses anos, a essência, ou seja, os princípios das ideias originais, continuam os mesmos.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Em nosso newsletter de hoje, iremos abordar sobre os 12 princípios que foram aperfeiçoados ao longo das últimas décadas pelo maior investidor do mundo.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

“A coisa mais importante a fazer se você está no buraco é parar de cavar.”

Warren Buffet

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Acredito que não seja surpresa para ninguém adivinhar de quem estamos falando, não é mesmo? Warren Buffet, foi influenciado pelo seu mentor, Benjamin Graham, por meio dos livros “O Investidor Inteligente” e “Security Analysis”.Mas, como citamos anteriormente, não é fácil encontrar exemplos parecidos como esse nos tempos modernos

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Um bom exemplo para vermos como é difícil encaixar as abordagens dos livros do autor, é citada na fórmula de Graham:

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Valor justo <= 22.5 = P/LPA* P/VPA

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Nesta fórmula, o valor MÁXIMO que deveríamos estar dispostos a pagar em uma ação é um múltiplo de 22,5x, equivalente a multiplicação do preço sobre lucro por ação pelo preço sobre valor patrimonial por ação.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Graham, acreditava que uma ação não deveria negociar com um P/L superior a 15% e nem com um ágio superior a 50% do seu patrimônio. Mas, os tempos mudaram e as empresas estão ficando cada vez menos dependentes de capital imobilizado, fazendo com que elas sejam “asset lights”, o que acaba inflando o P/VPA.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Além disso, é muito mais comum as companhias apresentarem um maior desenvolvimento nos dias de hoje, fazendo com que sejam negociadas com um prêmio de crescimento.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Mas isso quer dizer que os ensinamentos do livro são inúteis? Não, de maneira alguma! Ao decorrer dos anos, Buffet, aprimorou os itens presentes nesses e em outros livros, para 12 princípios atemporais dos investimentos. São eles:
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
1º - A empresa é simples e compreensível?

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀
2º - A companhia tem um histórico consistente de operações?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

3º - O negócio tem perspectiva favorável a longo prazo?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

4º - A gestão é racional?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

5º - A administração é transparente?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

6º - A diretoria é resistente ao imperativo institucional?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

7º - Olhe o retorno sobre o patrimônio líquido (ROE) e não o lucro.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

8º - Busque empresas com altas margens de lucro.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

9º - Calcule o lucro dos proprietários.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

10º - Verifique se cada real retido se converteu em, ao menos, 1 real de valor de mercado.
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

11º - Qual é o valor do negócio?
⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

12º - É possível adquirir essa firma abaixo do seu valor?

Como diz o ditado, é preciso ser um especialista para conseguir transformar algo complexo em algo fácil.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Nós, da Condor, estamos diariamente em busca de empresas que sejam capazes de cumprir todas essas características. Ao encontramos uma empresa que passe em todos os nossos filtros, a depender do tipo de classificação do ativo (tamanho, fase do negócio, endividamento etc.), realizamos a recomendação em uma das nossas assinaturas.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Para os investidores que gostam de uma maior volatilidade e com foco no longo prazo, temos a Operação Condor. Nessa assinatura, recomendamos ativos que estão passando por um momento de “turnaround”, seja operacional, financeiro ou fusões & aquisições. Dessa maneira, as incertezas acabam gerando uma grande assimetria aliada a margem de segurança.

⠀⠀⠀⠀⠀⠀⠀

Já os investidores que preferem empresas que estejam em uma fase menos volátil, com marcas líderes, boa visão no mercado e endividamento bem equilibrado, possuímos a assinatura Condor Microcaps, que por tratar de empresas com valor de mercado de até R$ 2 bilhões, são esquecidas pelos grandes players, gerando ótimas oportunidades.

Comente essa publicação

Dúvidas? Fale conosco